REVERBERA: POR UMA ESCUTA ATIVA

Atualizado: Jul 16

Por Alexandre Ribeiro Nunes



“Um brinde à conversa, ao encontro e a vários outros conceitos abstratos.”


É neste tom que a revista Reverbera abre as portas, propondo alargar a conversa e a criação. O projeto de uma revista virtual colaborativa surgiu da necessidade de algumes alunes do Teatro Universitário da UFMG (T.U) terem um espaço de compartilhamento daquilo que, nem sempre, cabe em cena. Percebendo que tal inquietação extrapola os muros do T.U e visando proporcionar diálogos com outras escolas, esta primeira edição recebeu contribuições de integrantes de seis escolas de arte em BH, incluindo CICALT, Galpão Cine Horto e Belas Artes.


Com o objetivo de propor um jogo criativo, envolvendo o compartilhamento de obras textuais e visuais, gerando atravessamentos e respostas também criativas, a primeira edição da revista, cujo tema foi livre, reúne obras no intuito de pensar o coletivo por meio de uma união horizontal entre imagem e texto.


Neste momento de urgências, incertezas e descréditos, o projeto busca exercitar a abertura e a generosidade às outras pessoas.

A concretização da ideia se deu principalmente por meio de um sorteio. As obras enviadas previamente pelos participantes foram sorteadas entre si. Cada pessoa ficou responsável por fazer uma outra obra motivada pela leitura criativa e livre do trabalho que recebeu. A idealizadora do projeto, Carmen Marçal, que se descreve como artista transvestigênere, politeísta e inconformada, é graduanda em Letras - Estudos Literários - pela UFMG, aluna do Teatro Universitário e afirma que o conceito por trás do jogo se estrutura no exercício da empatia: “estar atenta à existência do outro é um passo importante na construção de vivências significativas”.



Design: Gabriela Freitas e Brenda Lobo

A proposta da revista é ampla e pretende, nas próximas edições, alcançar a região metropolitana e tecer diálogos não só com estudantes, mas também bolsistas, técnicos, funcionários, etc. O desejo da revista é cada vez mais reverberar estratégias de criação de espaços que possibilitem conversas.


A revista foi organizada por Carmen Marçal e Alexandre Ribeiro, aluno do TU e graduando em Relações Públicas pela UFMG. A parte visual é assinada por Brenda Lobo, estagiária Teatro Universitário, e por Gabriela Freitas, graduanda de licenciatura em teatro e participante do Projeto de Extensão T.U: Produção e Memória. O projeto é realizado pela ATU - A Teatra Universitária, ação de alunes do T.U que nasceu em meio a pandemia e conta com apoio e divulgação do projeto de extensão T.U. Produção e Memória do Teatro Universitário da UFMG. A revista tem acesso gratuito e pode ser baixada também pelo instagram da ATU e do TU.


Alexandre Ribeiro Nunes é graduando em Relações Públicas e estudante de Teatro pelo Teatro Universitário UFMG.


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo